ÁCIDO FÓLICO: 6 MOTIVOS PARA VOCÊ NÃO ESQUECER DE TOMÁ-LO NA GRAVIDEZ


Bom dia meninas



Hoje vamos falar sobre o Ácido fólico essa vitamina do complexo B é fundamental para a saúde da gestante e do bebê.





Tanto é que nos Estados Unidos os ginecologistas recomendam que toda mulher em idade fértil tome ácido fólico, mesmo que não esteja planejando engravidar.


No Brasil, desde 2002, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a adição da substância na composição de farinha de trigo e de milho como objetivo de aumentar a ingestão desse nutriente pela população, ajudando a prevenir problemas no desenvolvimento dos bebês durante a gestação.


Mas, afinal, por que o ácido fólico é tão importante?

imagem da internet


Conhecido também como folato ou vitamina B9, o ácido fólico contribui de forma significativa para a saúde da gestante e do bebê
O ácido fólico ajuda a prevenir doenças do tubo neural no bebê como a espinha bífida (quando a medula espinhal não se fecha por completo) e do cérebro, como a anencefalia. Os defeitos do tubo neural acontecem durante o estágio inicial de desenvolvimento, muitas vezes antes até que as mães saibam que estão grávidas.
Mulheres que começam a tomar a dose diária de ácido fólico recomendada (no mínimo 400 mcg ou 0,4mg) um mês antes de engravidar e durante o primeiro trimestre da gestação reduzem o risco de o bebê ter problemas do tubo neural de 50% a 70%.
Pesquisas indicam que o ácido fólico pode reduzir o risco de outros problemas, como lábio leporino e certos tipos de distúrbios cardíacos.
Nosso corpo precisa de ácido fólico para produzir glóbulos vermelhos normais e prevenir a anemia. A falta da vitamina na alimentação pode levar a um tipo de anemia conhecido como anemia por deficiência de folato com sintomas como cansaço e fraqueza, semelhantes aos sintomas de anemia por deficiência de ferro.
O ácido fólico é essencial na produção, na reparação e no funcionamento do nosso DNA. É o “tijolo” que compõe nosso mapa genético e células. Sua ingestão correta é importante para o rápido crescimento celular da placenta e do bebê.
Estudos sugerem que o ácido fólico pode reduzir o risco de pré-eclampsia, quadro de pressão alta que acomete a saúde da gestante e do bebê.


É por todos esses motivos que os médicos costumam prescrever a suplementação de ácido fólico assim que a gravidez é confirmada ou mesmo antes, quando a paciente sinaliza o desejo de engravidar.


A partir do segundo trimestre de gestação, o suplemento já não é mais necessário, mas seu uso contínuo pode ser mantido sem prejuízo para a mãe ou o bebê (consulte o seu médico).


“O ideal é que a mulher já esteja tomando o suplemento mesmo antes de engravidar porque o desenvolvimento fetal é muito rápido no início da gestação, e os tubos neurais do bebê se fecham durante as quatro primeiras semanas de gestação.


Alimentos ricos em ácido fólico

Talvez você esteja se perguntando: mas não posso consumir alimentos que contenham essa vitamina? Sim, pode e deve!


O que acontece é que a maioria das mulheres não consegue consumir quantidades suficientes de alimentos ricos em ácido fólico. Além disso, estudos mostram que o corpo humano absorve melhor a versão sintética (ou seja, fabricada) desta vitamina do que aquela que está presente nos alimentos. Por isso, existe a necessidade de suplementação.


Esses são os principais alimentos fontes de ácido fólico e que se recomenda incluir na alimentação das gestantes(e tentantes):
Aspargos
Batata grande (daquele do tipo para assar com casca)
Carne vermelha
Feijões, lentilha e ervilha
Frutas cítricas como limão, laranja e tangerina
Gérmen de trigo
Ovo cozido
Salmão
Verduras escuras como couve manteiga, brócolis, espinafre e escarola


O ideal é não cozinhar demais as verduras e legumes para não perder a vitamina. Cozinhe os alimentos em uma panela tampada com o mínimo de água possível ou no vapor.


Meninas, vale lembrar que é sempre importante consultar um médico antes de tomar qualquer medicamento. E nesse caso, o pré-natal é fundamental para a avaliação e o acompanhamento da sua saúde e do seu bebê.


E vocês já tomaram ou comeram sua porção de ácido fólico hoje me conta


Beijos Beijos




Carol:o

Nenhum comentário

Postar um comentário